A Saúde Mental em Ambientes Corporativos

A importância em cuidar da Saúde Mental e Emocional das equipes de trabalho

Nunca falou-se tanto em conscientização da importância da Saúde Mental e Emocional. Em 2020 iniciamos o ano com Janeiro Branco, Fevereiro sem carnaval e assim seguimos em um ano onde a incerteza prevalece.

Não falamos mais em líderes alquimistas para navegar em um mundo VUCA (volatile, uncertain complex, ambiguous). Traduzido no Brasil como VICA (Este termo bastante utilizado em 2020 foi criado pelo U.S Army War College na década de 90 para explicar o cenário pós guerra. 

A pandemia em 2020 mostrou que a estratégia VUCA foi insuficiente perante as contingências que se apresentaram, uma vez que poucas empresas e quase nenhum gestor estavam preparados para o home office, gestão a distância, oferecer acolhimento, se conectar com vulnerabilidade, tomar decisões rápidas, enfrentar mudanças drásticas de mercados e manter resultados, equipes produtivas e motivadas

Hoje, podemos dizer VUCA já era uma ideia datada. Assim surgiu uma nova denominação que fala do cenário atual, levando em conta as mudanças da pandemia e outras que poderão surgir: o mundo BANI.


O conceito BANI foi desenvolvido pelo antropólogo, autor e futurista norte-americano Jamais Cascio, da University of California, membro do Institute for the Future que observou que o VUCA estava obsoleto e não mais funcionava em um mundo tomado pela pandemia. BANI significa “Brittle, Anxious, Nonlinear, Incomprehensible”, ou Frágil, Ansioso, Não-linear e Incompreensível, em tradução livre.

Nossos medos em 2021

Independente da sua profissão, do seu cargo, da sua posição hierárquica, do estado que você reside, Profissionais, Líderes, Pais e Mães que começam o ano de 2021 vivem medos, sentimentos de angústias desconforto similares:

– a incerteza do retorno das aulas dos seus filhos,

– a dificuldade em conciliar casa e trabalho, 

– o acúmulo de tarefas, 

– as reuniões virtuais excessivas, 

– o home office ainda desestruturado, 

– a falta de limites de horários, aumento de demanda de trabalhos, 

– adaptação a novos modelos de liderança, 

– familiares adoecendo com covid,

– a incerteza do futuro,

– a instabilidade das conexões e o principal, a falta de autocuidado e autorrespeito com si próprio.

Burnout em ambientes corporativos

Sentimentos de exaustão, stress, ansiedade e Burnout têm sido reportados com muita frequência nos ambientes de trabalho.

De acordo com um estudo da Gallup de 2019, feito com 12.658 pessoas, 28% dos funcionários em tempo integral relataram se sentir esgotados no trabalho “com muita frequência” ou “sempre”. Outros 48% relataram sentir exaustão “às vezes”. Isso significa que a maioria dos colaboradores em tempo integral – quase 8 em cada 10 – experimenta esgotamento no trabalho, pelo menos às vezes.

Janeiro, tem sido um mês difícil, a volta a rotina corporativa tem feito muitas empresas repensarem qual será o suporte ideal para manter funcionários equilibrados e produtivos. Felizmente a Campanha Janeiro Branco, criada por psicólogos mineiros em 2014 ganha destaque e visibilidade neste ano de 2021 com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da Saúde Mental.

O que é saúde mental?

“Saúde mental é estar bem consigo, em um estado de bem estar e responder os desafios e adversidades da vida, passando pelos seus altos e baixos, em movimento, aprendendo e construindo a resiliência.“ diz Karen Scavacini – Doutora em psicologia pela USP e CEO do Instituto Vita Alere

O mundo corporativo sabe que Burnout em funcionários prejudica a saúde e a produtividade, o burnout diminui a motivação em aprender e crescer. Quando se está exausto, a maior parte da energia e foco mental está na sobrevivência diária, não no desenvolvimento para o futuro.

As consequências do burnout no trabalho

Colaboradores que dizem que muitas vezes ou sempre experimentam burnout no trabalho são 63% mais propensos a tirar um dia de folga; têm 50% de chance de discutir como abordar as metas de desempenho com a gerência; 23% mais inclinados a visitar o pronto-socorro; 2,6 vezes mais propensos a procurar ativamente um emprego diferente e 13% menos confiantes em seu desempenho”. Gallup 2019.

Por este motivo, empresas vem criando programas de suporte ao cuidado integral e uma cultura em que os funcionários possam fazer o seu melhor com menos risco de esgotamento.

Em 2020, a grande maioria das empresas pausaram todas as atividades relacionadas a suporte de desenvolvimento de líderes. Contudo, não tem mais como não olhar para dentro e enxergar a latente necessidade de falar e criar programas estruturados que promovam o cuidado da Saúde Mental nos ambientes de trabalho. 

Acolhimento e oferecer ferramentas de bem-estar, inteligência emocional, saúde integral certamente manterá o nível de engajamento dos profissionais alto e minimizar custos com afastamento e doenças.

7 Dicas para líderes promoverem a Saúde Mental da sua equipe e criarem ambientes seguros:

1) Escute com atenção. Crie espaço e tempo para ouvir os problemas relacionados ao trabalho e ao desempenho da sua equipe; 

2) Comunique Claramente. Quando os gestores não fornecem aos funcionários as informações de que precisam para fazer seu trabalho com eficácia, o expediente se torna difícil e frustrante.

3) Crie Limites e evite carga de trabalho ingerenciável. Colaboradores que têm muito o que fazer têm 2,2 vezes mais probabilidade de dizer que experimentam burnout com muita frequência ou sempre no trabalho.

4) Seja Exemplo de equilíbrio pessoal e profissional; fale da sua rotina de bem estar física, mental e espiritual, promova Lives, palestras e conversas com especialistas para tirar dúvidas sobre o tema Saúde Mental, permita que pessoas sejam vulneráveis e saibam pedir ajuda.

5) Incentive o autodesenvolvimento da sua equipe;  Ofereça treinamentos de Inteligência Emocional, Meditação Mindfulness, contribuem para a regulação emocional, redução de stress e ampliação de foco que gera produtividade sustentável.

6) Faça a opinião de todos valer a pena; Incentive o trabalho em equipe; Membros de equipe que se sentem apoiados pela liderança têm cerca de 70% menos probabilidade de sofrer de esgotamento. (gallup 2019)

7) Viva o momento presente e torne o trabalho do seu liderado significativo no agora; ajude seu liderado a compreender o impacto dele no resultado, foco no feedback e desenvolvimento baseado em pontos fortes no hoje, sem ruminar sobre o passado ou projetar um futuro inexistente.

5 etapas para você, como gestor ajudar a transformar sua equipe esgotada em um time fortalecido: 

1) Marque um encontro virtual com sua equipe;

2) Convide todos a criarem o seu plano de ajuda de Saúde Mental para 2021; 

3) Incentive-os  a incluir uma ação de Autocuidado diário em suas rotinas;

4) Dicas de Autocuidado: rotina de exercícios físicos, alimentação saudável; estude algo novo; momentos com amigos e familiares com os quais você possa conversar; prática de meditação; permita-se fazer algo prazeroso (academia, artesanato, yoga, leitura, algum hobbie); hábitos de sono; evitar nicotina, álcool e hábitos prejudiciais a sua saúde.

5) Compartilhem entre vocês uma ação e lembrem-se de manter o follow up.

Cuide da sua saúde mental e da sua equipe

Autocuidados integrados a nossa rotina e atenção com a nossa saúde mental contribuirá para um 2021 mais leve e produtivo. Liderar com amor gera lucros e temos diariamente a oportunidade de escolher este caminho. Faça sua escolha diariamente e impacte sua equipe positivamente. 


Quer desenvolver a inteligência emocional, liderar com mais amor e cuidar da saúde mental da sua equipe? Inscreva-se no treinamento Mindfulness desenvolvido pelo Google clicando aqui! . Leve o treinamento também para a sua empresa pelo email [email protected].

Atualizado em

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today