3 dicas para fazer sua transição de carreira sem frustração

A principal mensagem que eu sempre busquei passar desde que fundei o Thank God It’s Today é de que não existe melhor momento de mudança e transição de carreira do que o hoje. E isso já faz parte da sabedoria popular, naquele ditado que muita gente conhece e aplica rotineiramente:

Só existe um dia em que você pode fazer alguma coisa e este dia é hoje, porque o ontem já passou e o amanhã ainda está por vir”

É claro que é importante fazer planos, especialmente se você sente que algo não vai bem e que é necessário revisar os caminhos trilhados até aqui.

Mas conseguir perceber qual é esse momento de buscar algo novo na sua carreira nem sempre é fácil. Muitas vezes é necessário vivenciar um período de transição de carreira antes de entrar de verdade no mundo do empreendedorismo.

O que pode ser um desafio, já que conciliar duas vidas profissionais paralelas não é nada fácil. E eu descobri que muita gente que me acompanha tem essa dificuldade de perceber quando o seu momento de mudar chegou. Por isso, o  texto de hoje foi inspirado por uma dúvida super pertinente que recebi num e-mail da Nívea:

“Como faço para colocar os meus planos em prática sem deixar de trabalhar ou de fazer o que eu faço? É possível conciliar as duas coisas?”

Minha resposta é sim, Nívea! Dá para vivenciar esse período de transição de carreira de uma forma mais tranquila e sem perder o sono ou os cabelos!

E para mostrar que vale a pena mudar de profissão e escolher trabalhar em algo que lhe traga propósito e felicidade, também trago neste texto alguns depoimentos de empreendedores que fizeram a carreira após os 50 anos dar certo!

Elaborei 3 dicas simples para você aplicar na sua vida durante esse período de mudança e descoberta para tirar sempre o melhor da sua nova rotina.

1) Nem tudo precisa ser para já

Depois que decidimos mudar alguma coisa muito importante na nossa vida, queremos que tudo passe a funcionar como as engrenagens de um relógio logo em seguida à tomada de decisão.

Mas pensar que tudo vai correr às mil maravilhas naturalmente é um equívoco que você precisa evitar nessa fase inicial. Isso vai evitar frustrações e vai ajudar você a manter o foco no que realmente importa, que é criar uma nova rotina funcional, conciliando tarefas antigas e novas.

2) Organização é fun-da-men-tal

Se com apenas um emprego já é normal esquecer-se dos compromissos e tarefas, imagina como não fica a nossa cabeça durante uma transição de carreira? Misturam-se nomes, datas, reuniões e tarefas e muita coisa fica perdida no fundo da sua memória.

Por isso a dica é anotar. Tenha um esquema de organização de afazeres para que você não se esqueça de nada importante e consiga dar conta de tudo sem ficar exausto.

E com as ferramentas digitais ficou ainda mais simples organizar a sua agenda. Mas você também pode:

– Adquirir a boa e velha agenda de papel;

– Usar a agenda do Google e sincronizá-la com o calendário do seu smartphone;

– Abusar dos aplicativos e baixar gerenciadores de tarefas para ter tudo sempre na palma da mão;

– Ter um quadro de tarefas pendurado no seu espaço de trabalho

– Criar diferentes códigos de cores ou calendários para saber se o compromisso é referente ao seu trabalho atual, ao empreendimento ou à vida doméstica.

3)  Conheça seus atuais limites e estabeleça novos

Trabalhar demais é um dos principais problemas de quem está vivenciando uma transição de carreira. Tudo, quando está no começo, demanda mais tempo, atenção e investimento. E às vezes estamos tão animados com as novas possibilidades que esquecemos de algumas prioridades.

Para quem está transicionando, o expediente não acaba ao deixar o escritório. Ele continua em casa, no notebook e no smartphone, com você tomando decisões e organizando o seu novo negócio.

É preciso saber a hora de parar. Quando se estabelece um tempo semanal a ser dedicado à nova carreira, você evita sobrecarga de tarefas e cansaço, diminuindo as chances de desmotivar-se e de adiar tarefas porque não tem energia suficiente para concluí-las.

Transição de carreira: vale a pena largar tudo?

Quando falo em mudar, não significa radicalizar. Às vezes, alguns pequenos ajustes e reflexões nos geram oportunidades e insights incríveis. Mudar é saudável. É nos abrirmos ao novo, a novos caminhos, amadurecimento e crescimento.

Mudar quando está tudo bem é uma enorme evolução. Significa que buscamos ser cada dia melhores e isso é parte do processo e da escola da vida!

Mude sem medo, ou melhor, mesmo com medo! Afinal, tudo que é novo nos gera dúvidas e angústia. Eu sempre digo que prefiro me arrepender daquilo que tentei fazer do que me frustrar e nem tentar batalhar pelos meus sonhos!

Às vezes tudo o que você precisa é aquele empurrão para começar o seu processo de transição. E essa motivação pode vir de qualquer lugar: de você mesmo e da sua necessidade de algo mais; de alguma situação no trabalho atual ou da sua família.

E qual a principal recompensa?

Para a coach de emoções femininas, Helga Feres, de 53 anos, a melhor parte de não ter desistido dos seus sonhos e entrado no mundo do empreendedorismo é voltar a ser reconhecida. “A melhor parte é ter o reconhecimento de ser uma referência. Sem o empreendedorismo não teria dinamismo, seria só rotina”, explica ela.

Ver novos rostos e compartilhar novas e diferentes ideias é o que faz o empreendedor digital Mauro Sato, de 60 anos, ter certeza de que fez a escolha certa ao decidir fazer parte do universo digital. “A dinâmica dos novos e diferentes assuntos de todos os dias leva à necessidade da aquisição de novos aprendizados. Isso é um combustível para mim”, completa ele.

Já Shirley Nascimento, que, aos 61 anos, é consultora de TI e terapeuta, acredita que decidir mudar e fazer a transição de carreira deu a ela novas possibilidades que não existem no mercado formal para quem tem mais de 50 anos. “Sem o empreendedorismo ficaríamos à deriva”, afirma ela.

*Agradecimentos especiais aos entrevistados Helga Feres, Mauro Sato e Shirley Nascimento

E você, quando pretende colocar seus projetos em prática? Conta para mim nos comentários, vou adorar conhecer um pouco mais da sua história!


Minicurso Gratuito

Comece agora! Inscreva-se no minicurso gratuito Propósito: 5 passos para ter um trabalho com significado. Nele você terá a oportunidade de iniciar o seu processo, um primeiro passo que poderá gerar clareza e ao mesmo tempo curiosidade para um mundo de infinitas possibilidades.


Gostou? Então comente, compartilhe e ative as notificações clicando no sininho ali no canto para receber novos textos em primeira mão no seu e-mail. Você também pode fazer parte da nossa lista VIP do WhatsApp! Mande “Sou VIP” para o número +55 11 99819-2758 e tenha no seu celular as novidades do TGI Today!

HUGS & KISSES

Ligia Costa

Atualizado em

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today