Criatividade e vulnerabilidade: entrevista com Salim Khouri

Criatividade, assumir riscos e ser vulnerável é um grande diferencial competitivo. Meu bate papo de hoje foi com Salim Khouri, Head de Talent e Diversidade para América do Sul da Ford Motors.

Ele é um dos executivos de RH mais admirados do Brasil e nos contou suas experiências pessoais e estratégias desenvolvidas para liderar mais de 10 mil profissionais na América do Sul, em uma indústria que vem enfrentando não apenas o cenário da pandemia, mas uma gigante transformação.

“Não nascemos digitais, fomos ícones da revolução industrial. A empresa tem 117 anos. Tivemos que montar programas para transformar nossa cultura e adotar novas práticas, como design thinking, nos comunicamos, criar experiências de desenvolvimento, rever estrutura. Para passar por todas as transformações precisamos de resiliência, inteligência emocional e calma”

O que faz de Salim diferenciado e sem medo de inovar mesmo em uma indústria bastante tradicional é fruto da sua formação e influência do seu pai. “Meu pai me fez morar em um mosteiro nos Estados Unidos. Morar em um mosteiro ajudou na minha formação como ser humano” diz Salim sobre sua experiência de seis meses vivendo junto com seu primo, que era monge no Self Realization Fellowship, na Califórnia, fundado em 1920 pelo Paramhansa Yogananda, indiano que levou a Yoga para os Estados Unidos.

Nesta entrevista super inspiradora, Salim compartilha o quanto o autoconhecimento e o seu desenvolvimento pessoal foram importantes para que ele atingisse altos cargos executivos.

Inteligência emocional desde cedo

 “Assim como fazer natação e inglês, na minha casa sempre fiz terapia. A importância em saber quem você é e não ter medo de mostrar suas fraquezas ajuda a criar conexões e inspirar confiança na minha equipe”, explica ele sobre vulnerabilidade no espaço corporativo.

Em 2020, ele foi considerado personalidade de RH pela Associação Brasileira de Desenvolvimento do Paraná e indicado como um dos executivos de RH mais admirados do Brasil no mesmo ano pelo Grupo Gestão RH.

Salim Khouri é administrador, comunicólogo, especialista em RH, coach e mestre em Administração pelo Insper. Executivo com mais de 17 anos de experiência em Recursos Humanos, Comunicação e Marketing em organizações multinacional e nacional, de portes diversos, destacadas nos seus segmentos.

Veja a entrevista completa:

Vulnerabilidade é parte da inteligência emocional

Salim atua na indústria automobilística e tem plena consciência de que o mercado vem sofrendo grandes impactos nos últimos anos.

Isso faz com que os modelos de negócio, as fábricas, os carros precisem ser reinventados.

Portanto, os profissionais precisam de resiliência, Inteligência Emocional e cada vez mais criatividade. 

Henry Ford, fundador da Ford, dizia “Se você pensa que pode ou se você pensa que não pode, de qualquer forma você está certo” .

Como contamos e enfrentamos situações complexas, como reagir a situações de estresse e o tipo de história que contamos quando falhamos é o resultado do qual obteremos sucesso ou fracasso em nossa jornada.  

Pesquisas realizadas por Daniel Goleman, considerado o pai da inteligência emocional, dizem que até 80% do sucesso adulto vem da sua Inteligência Emocional.

Percebemos que o adulto que é capaz de desenvolver e treinar essa Habilidade tem mais criatividade, menos reatividade, menos estresse, mais resiliência, mais vulnerabilidade positiva e aumenta a produtividade e foco. 

É fato de que mundo está se transformando. A sociedade vive uma reinvenção de consumo, social, de relação com a ecologia e econômica.

As organizações precisam entender que além de vender produto e serviço, as empresas têm responsabilidade e impacto na sociedade.

Os consumidores e funcionários querem se conectar pelo propósito e valores.

Com esse olhar contemporâneo e a compreensão do novo momento, nos últimos três anos a comunicação interna da Ford tem sido revisitada.

“Usamos uma expressão: Change the way we work (mude a forma de trabalhar) e lançamos o programa Drive your future, que trouxe treinamentos de Soft Skills: Coragem, Resiliência, Flexibilidade e Adaptabilidade. Trouxemos Search Inside Yourself para trabalhar a Inteligência Emocional. Viver a disrupção não é fácil”, diz Salim Khouri

Criatividade, diversidade e inclusão

Quais as iniciativas que a Ford desenvolve para treinamento de liderança, promoção da saúde mental, empatia, inclusão, existem iniciativas de meditação? Você medita?

Como gestor regional e atento não apenas as mudanças desta nova sociedade, vemos também que os estilos de liderança estão mudando. Diversidade e inclusão é um assunto que faz parte dos temas organizacionais. Líderes empáticos, compassivos, colaborativos e inclusivos precisam entrar em ação. 

“As empresas são reflexo da sociedade e precisamos trabalhar para ter segurança psicológica e inclusão. Criamos comitês de diversidade para abrir diálogos. Atualmente são 5: Raça (pretos e pardos), Comunidade LGBTI+ Pessoas com Deficiência, Gerações e Equidade de Gênero. Como curiosidade, precisamos de 213 anos para equiparar cargos e salários entre homens e mulheres no mercado de trabalho”.

Diversidade e Inclusão gera mais lucro e criatividade. Podemos verificar no resultado do relatório realizado pela McKinsey: Women in the Workplace 2019.

Autoconhecimento e a permissão para que profissionais sejam quem eles são será o grande futuro do trabalho.

Não apenas os tradicionais assessments, mas também  práticas de meditação vão contribuir para a segurança psicológica organizacional e um futuro mais inclusivo e diverso.

Salim, em nossa entrevista, também traz dicas e fala sobre o que recomendaria para profissionais no início da sua carreira. “Sabemos que as competências valorizadas são Inteligência Emocional, Flexibilidade, Autogestão e Autodisciplina, Criatividade e Inovação. Desaprender e Aprender, Pensamento Crítico para resolver problemas complexos e ter um olhar mais humano”.

Foi um enorme prazer escutar e aprender com Salim. Espero que você goste desta entrevista e conteúdos que deixamos para você.

Deixe seu comentário, feedback e pergunta para que possamos falar ainda mais sobre Inteligência Emocional, Meditação e Saúde Mental no mercado de trabalho.

Programa POPE

Obrigada Salim Khouri que nos ofereceu seu tempo para trazer o seu olhar e experiência pessoal aos alunos da Graduação da FGV EESP.

O Programa POPE (Programa de Orientação Profissional e Emocional), sob a coordenação da Dr. Karen Scavacini, do Instituto Vita Alere, tem sido implementado na universidade desde 2019 com o objetivo de preparar alunos através de cuidados da saúde mental, desenvolvimento de inteligência emocional, meditação e orientação de carreira para que eles sejam grandes e bem sucedidos no que escolherem fazer. Fazem parte deste programa: Asec, TGI Today e Cia. de Talentos.

Se você deseja levar treinamentos de prevenção a saúde mental para sua empresa, clique aqui e conheça o Search Inside Yourself. Agende uma apresentação para conhecer a metodologia!

Atualizado em

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today